Português   English
LIP - Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas
  • LIP Lisboa
  • LIP Minho


    LIP RSS Feed  LIP Facebook  LIP Twitter



eduroam

LIP CA

bosão de HIGGS

EGI

25 Anos - LIP

 

 

[voltar]

AHEAD

Integrated Activities for the High Energy Astrophysics Domain

 

Data: 2011-11-01 / future

Responsavel: Rui Curado Silva

Grupo:

 


Resumo    |    Publicações    |    Pessoas

Resumo

As actividades do Grupo de Instrumentação para Astrofísica do LIP de Coimbra enquadram-se nos objectivos estratégicos do LIP na área dos “Estudos da Radiação e Aplicações para Missões no Espaço”. O nosso grupo integra o projecto AHEAD (Activities in the High Energy Astrophysics Domain) do programa H2020, iniciado a 1 de Setembro de 2015, com a duração de 42 meses, com um orçamento global de 4.982.477 €, dos quais 61.225 € foram atribuídos ao LIP. O objectivo global do projecto AHEAD criar sinergias entre os vários centros de investigação nacionais que trabalham em astrofísica de altas energias e promover o desenvolvimento deste domínio a nível europeu, assegurando o desenvolvimento de ciência e tecnologia de ponta numa área de investigação muito competitiva e assegurar que as futuras propostas de observatórios espaciais para astrofísica de alta energia atinjam o nível de maturidade requerido nos concursos de missões da ESA.

O nosso grupo contribuirá para o WP8 do projecto AHEAD. O objectivo do WP8 é desenvolver e caracterizar tecnologias que permitam focar raios X para a próxima geração de missões de telescópios de raios X. Em particular, o nosso grupo em colaboração com o Istituto di Astrofisica Spaziale e Fisica Cósmica, Bolonha, Itália, estará envolvido no desenvolvimento de planos focais de semicondutor (CdTe) e de detectores gasosos de posição para diferentes soluções de focagem (espelhos e lentes de Laue).

A missão XIPE (X-ray Imaging Polarimetry Explorer) foi uma das três seleccionadas para a fase A no concurso de missões espaciais de média dimensão de 2015 (M4) da ESA, entre 27 missões candidatas. Durante a fase A decorrerá a análise e avaliação técnica e científica das três missões seleccionadas. Em Junho de 2017, altura será seleccionada uma missão pela ESA com lançamento agendado para 2026. A missão XIPE poderá ser o primeiro um telescópio para observar o Universo no comprimento de onda dos raios X, especializado na análise da polarização da luz. O instrumento científico principal é constituído por um sistema de lentes e de um plano focal de detectores gasosos. Os detectores do plano focal, GPDs (Gas Pixel Detectors: Detectores Gasosos Pixelizados), são polarímetros de efeito fotoeléctrico. Os GPD medem a polarização linear da radiação celeste através da reconstrução da direcção de ejecção dos fotoelectrões emitidos no gás após a interacção dos raios X. O Grupo de Instrumentação para Astrofísica integra a Equipa de Instrumentação da Missão XIPE, com a tarefa de optimizar a mistura gasosa dos detectores GPD.

Serviços Internos

Webmail LIPCA Pessoas Requisições Material / Missões
 

Boletim LIP

LIP Newsletter
Todas as Edições